Aplicativos para pessoas com Deficiência Visual

maio 7, 2019

VEJA O QUE VOCÊ NÃO PODE VER

Os smartphones fazem parte do cotidiano de quase todo mundo. Cada vez mais, surgem aplicativos para ajudar seus usuários nas mais diversas tarefas. Comparar preços, sugerir o melhor caminho, comprar passagens aéreas, evitar o trânsito, encontrar um namorado, fazer transferências bancárias, avaliar locais e porque não, auxiliar pessoas com deficiência visual.

Questões simples como: “Qual é a data de validade desse leite?” ou “Que cor é essa blusa?” ou ainda ao abrir a carteira e pegar uma nota: “Qual é o valor dessa nota?

Para responder essas questões, sempre se contou com a boa vontade daqueles que estão por perto e dos esforços da pessoa cega, que muitas vez opta por um caminho de tentativas e erros, com receio de importunar com perguntas “banais”.

Considerando a enorme quantidade de pessoas no mundo que não enxergam e a enorme quantidade de pessoas que enxergam e que, de alguma forma, gostariam de colaborar socialmente com boas ações é que surgiu o aplicativo Be My Eyes. O app conecta duas pessoas: aquele que está disposto à ajudar e aquele que tem deficiência visual. O voluntário ao ser contatado, “empresta” seus olhos para resolver tarefas grandes e pequenas em tempo real e de qualquer parte do mundo.

COMO FUNCIONA:

Todos os dias, voluntários emprestam seus olhos para resolver tarefas grandes e pequenas, para ajudar as pessoas cegas e com baixa visão a levarem vidas mais independentes.

PESSOA CEGA OU COM BAIXA VISÃO – SOLICITA ASSISTÊNCIA

Através da chamada de vídeo ao vivo, você e um voluntário podem se comunicar diretamente e resolver um problema. O voluntário ajudará a orientar em qual direção apontar a câmera, o que focar ou quando ligar o flash.

VOLUNTÁRIO – RECEBE CHAMA DE VÍDEO

Como um voluntário com visão você pode ajudar apenas instalando o aplicativo Be My Eyes. Um usuário cego ou com baixa visão pode precisar de ajuda com qualquer coisa, desde verificar datas de validade, distinguir cores, ler instruções ou navegar em novos ambientes.

“Uma das coisas importantes, que mudou a minha vida através do Be My Eyes, é que eu não preciso mais sempre esperar até que uma pessoa com visão apareça. Então agora eu sou bastante independente nessas situações, e consigo as informações quando preciso delas” relata um usuário de baixa visão.

Outro aplicativo, muito útil é o Envision, recém premiado pelo Google Play Awards 2019. O app fala com o usuário descrevendo o mundo ao seu redor: cores, fisionomias, paisagens, além de realizar a leitura de textos.

Ferramenta de Leitura

As ferramentas de Reconhecimento de Texto da Envision podem ler qualquer tipo de texto, em qualquer superfície, em mais de 60 idiomas.

Leia o Texto Instantaneamente
Aponte a câmera para o texto, cartões de visita, placas, nomes de rua e ouça o que está escrito
Leia Texto Manuscrito
Ainda em sua função beta, mas se a letra for bem escrita o aplicativo é capaz de ler, ótimo para lista de compras de supermercado
Leitura de Documentos
Este modo é ideal para documentos longos, e tem uma orientação em audio para que o usuário seja guiado para movimentar a câmera quando necessário

 

Reconhecimento Facial, de Objetos e Cenas

 

Descreva a Cena
Aponte a camera do celular que o aplicativo fará uma breve descrição do que se encontra ao seu redor
Detectar Cores
É capaz de reconhecer mais de 900 cores, super útil para escolher a roupa certa
Digitalizar Códigos de Barra
uma forma de  de digitalizar produtos e reconhece-los
Ensine o Envision
Cadastre pessoas e objetos para um fácil reconhecimento

 

Essas tecnologias possibilitam que pessoas cegas e com baixa visão possam levar suas vidas com mais autonomia e independência.

Ambos Be My Eyes e Envision estão disponíveis para Android e Iphone.

Outros aplicativos que favorecem a acessibilidade de pessoas com deficiência: Guiaderodas e HandTalk.

  • Acessibilidade
  • Adaptações
  • Agências de Emprego
  • Animais Treinados
  • Aparelhos Auditivos
  • Aparelhos e Equipamentos Especiais
  • Avaliação Física
  • Bancos e Instituições Financeiras
  • Cadeiras de Rodas
  • Departamentos de RH
  • Distribuidores de Produtos
  • Educação, Aprendizado e Treinamento
  • Entidades Públicas e Privadas
  • Equipamentos Hospitalares
  • Esportes Adaptados
  • Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • Hidroterapia
  • Higiene Pessoal
  • Home Care
  • Indústria Farmacêutica
  • Informática
  • Livros e Publicações
  • Produtos Ortopédicos
  • Próteses e Órteses
  • Terapias Alternativas
  • Test-drive de Cadeiras de rodas Motorizadas
  • Turismo e Lazer

Reackathon 2019

Duração:

  • 32 horas
  • 1ª Etapa – a partir das 18h do dia 14/06/19
  • 2ª Etapa – a partir do dia 15/06/19, às 08h até o dia 16/06/19 às 16h

O que é?
Um grande evento para estimular o desenvolvimento de soluções tecnológicas, bem como fomentar iniciativas inovadoras que promovam a autonomia, independência, qualidade de vida e inclusão social de pessoas com deficiência e mobilidade reduzida, e em prol da melhoria de políticas públicas para o bem-estar da sociedade.
As soluções criadas deverão observar o tema “Tecnologia Assistiva para Pessoas com Deficiência e Mobilidade Reduzida”.

Como é a experiência?
O espírito do Reackathon poderá ser descrito pela celebre frase “work hard, play hard”. Isso porque o evento será marcado por longas horas de trabalho duro com intervalos para descompressão.
Para participar, as equipes deverão apresentar soluções que consistam em serviços no formato de sistema web (internet), dispositivos eletrônicos vestíveis (“wearables”), equipamentos de uso pessoal (“gadgets”) e/ou aplicativos para smartphones e tablets com soluções que se enquadrarem nas áreas de interesse da Saúde, envolvendo, mas não se limitando a: prevenção de doenças, cuidados básicos, diagnóstico, acompanhamento e monitoramento individualizado, processamento de dados (“big data”) e análises estatísticas, gestão e otimização de frota, gestão hospitalar, gestão de prontuário médico, mapeamento de enfermidades, gestão de jornadas e alocação de profissionais, entre outros. Em especial, os seguintes elementos serão observados na avaliação das Soluções Participantes:

Experiência Digital: As soluções devem participar de forma relevante na vida dos envolvidos, através da interação digital;

Novos Produtos e Serviços: As soluções devem remodelar, evoluir ou criar produtos e serviços que atendam às necessidades no ramo da saúde desde que focado para a Pessoa com Deficiência Física, Auditiva, Visual, Mental e Múltipla;

Otimização: As soluções devem suplementar os conhecimentos dos cidadãos através de novas soluções.

Como participar?
Para participar, basta se inscrever no formulário online a partir das 00h00 do dia 15/04/19 até às 23h59 do dia 02/06/19.
Fique atento! No dia 07/06/19 até as 23:59, será publicada na Fanpage do evento no Facebook a lista final dos participantes, além de ser enviado um e-mail de confirmação para cada um.
Confira o Regulamento do Reackathon.
A participação no evento é totalmente gratuita aos participantes!
CLIQUE AQUI E INSCREVA-SE

Comentários:

0 comentários

Enviar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *